Centrais de Ar Medicinal e Usinas de Oxigênio

 

A RespirarMED disponibiliza ao mercado Brasileiro geradores de Oxigênio via tecnologia PSA e Centrais de Ar medicinal da renomada multinacional ATLAS COPCO DO BRASIL. Oferecemos consultoria Hospitalar com o objetivo único de redução de custos com gases, redução esta que pode ultrapassar os 50%, promovendo auto suficiência de gases no local. Os geradores de Oxigênio já são utilizados em larga escala na América do Norte, Europa e Ásia, trata-se de uma tecnologia sofisticada e com alta eficiência, apresentando-se como uma solução alternativa altamente viável e segura para o fornecimento de Oxigênio em unidades Hospitalares. A RespirarMED realiza todo o estudo de viabilidade para a inserção das usinas assim como a elaboração de minucioso plano de manutenção preventivo e corretivo, garantido o pleno funcionamento das nossas unidades e  satisfação dos nossos parceiros.

1.       A usina de oxigênio - OGP

A usina de geração de oxigênio funciona pelo processo de PSA (Pressure Swing Adsorption), ou processo de adsorção. A grande vantagem do gerador/usina de oxigênio OGP Atlas Copco é a produção estável de 95% de pureza de O2,  que execede os padrões de qualidade da área medicinal e hospitalar, pois, conforme a norma ABNT NBR12.188 na categoria de oxigênio de uso medicinal, o mesmo deve ser produzido com uma concetração mínima igual de 93% (v/v).

 

2. Princípio de funcionamento    

Baseado na tecnologia de “Pressure Swing Adsorption” (PSA) que consiste em adsorção pressurizada com regeneração por troca de torres, a série OGP da Atlas Copco fornece um fluxo contínuo de Oxigênio na pureza desejada.

Usando peneira molecular de Zeólita, o nitrogênio é separado seletivamente enquanto a produção contínua do Oxigênio é assegurada.

O fluxo de ar pressurizado passa pela torre preenchida pela peneira molecular de zeólita. Com a pressurização do reservatório, as moléculas do nitrogênio são separadas seletivamente.

A peneira molecular de zeólito é constituída por uma estrutura porosa a qual pode separar as moléculas com base no tamanho. Através de sua alta adsorção seletiva, a peneira molecular de zeólita permite uma eficiente separação do Oxigênio.

O fluxo de Oxigênio é fornecido a partir de 2 Nm³/h, com uma pureza de 90 a 95%, dependendo de seu processo.

Simples & modular

Os geradores modelos OGP 2 a OGP 200 podem ser instalados e usados facilmente e oferecem a você garantia no funcionamento, confiabilidade e economia de energia.

 

O escopo de fornecimento padrão contempla:

 

• Um analisador de oxigênio para checar continuamente os valores de pureza do oxigênio que seu processo requer.

 

 

Sistemas completos, de acordo com sua necessidade:

 

Uma variedade de benefícios

Economias:

• Baixo custo de operação;

• Sem custos adicionais para o processamento do pedido de compra, recarga e entrega do Oxigênio;

• Custo limitado de manutenção.

Excepcional conveniência

• Disponibilidade contínua (24 horas por dia, 7 dias por semana);

• Elimina o risco potencial de parada de produção por falta de Oxigênio.

Pureza desejada

• Fornecimento de Oxigênio de acordo com a necessidade; e

• Entrega do Oxigênio na pureza desejada.

 

Economias

A produção de Oxigênio no local oferece despesas de funcionamento muito baixas. Com a produção de Oxigênio on site o seu retorno financeiro será feito em curto espaço de tempo.

 

3.     Sistema de tratamento de ar comprimido medicinal – MED

 

Para garantir os quesitos de qualidade do ar comprimido sob a óptica da Resolução ANVISA RDC nº 50, de 21 de fevereiro de 2002 e a Norma ABNT NBR 12.188

 

A)      Remove qualquer risco de condensação e, por consequência, a proliferação de bactérias, fungos e microorganismos

 

Bactérias, fungos e microorganismos podem crescer e proliferar-se em qualquer ambiente que tenha a presença de umidade, e um sistema de ar comprimido é propício para isso.

O secador de “adsorção” que é o único responsável por baixar o ponto de orvalho atmosférico para -45,5°C (@- 30°C pressurizado e 67ppm de vapor de água) elimina quase toda a água presente na compressão e ajuda a inibir a proliferação de bactérias e atende em 100% os quesitos de qualidade do ar da ANVISA RDC nº 50, de 21 de fevereiro de 2002 e a Norma ABNT NBR 12.188 . Além disso, os filtros de partículas removem grande parte das impurezas presentes no ar comprimido inclusive óleos (hidrocarbonetos), deixando o ar comprimido confiável para utilizações medicinais tanto para o consumo humano, quanto para as ferramentas pneumáticas hospitalares.

 

B)      Poluição o grande risco para o ser humano

 

Ambientes poluídos prejudicam nossa saúde. Em se tratando de um ambiente hospitalar onde há pacientes que estão debilitados ou em repouso, o ar inalado em seus leitos é considerado como um remédio. Nas cidades onde estão localizados os hospitais a presença de motores de combustão (automóveis) é inevitável. Os gases provenientes dessa combustão são altamente prejudiciais para os seres humanos, em específico o monóxido de carbono (CO). O CO se fixa à hemoglobina do sangue e impede o transporte de oxigênio, provocando um quadro de asfixia. O catalisador HOC converte o monóxido de carbono em dióxido de carbono deixando em níveis não prejudiciais.

 

Nota: Para que os parâmetros de qualidade do ar sejam sempre atendidos é necessária a manutenção, verificação e troca de todos os componentes conforme os manuais de instruções específicos Atlas Copco e utilizar sempre peças genuínas da Atlas Copco.

 

Qualidade do ar conforme sob a óptica da Resolução ANVISA RDC nº 50, de 21 de fevereiro de 2002 e a Norma ABNT NBR 12.188

 

a) N2: balanço;

b) O2: de 20,4% a 21,4% v/v de Oxigênio;

c) CO: 5 ppm máx. v/v;

d) CO2: 500 ppm máx. v/v;

e) SO2:  1 ppm máx. v/v;

f) NO + NO2:  2 ppm máx. v/v;

g) óleos e partículas sólidas:  0,1 mg/m

h) vapor de água: 67 ppm máx. v/v (Ponto de orvalho -45,5ºC, referido à pressão atmosférica)

 

 

4. Sistema de tratamento do ar comprimido MEDICINAL

 

MED cada composto por:

§  1x WSD: separador de água (1);

§  1x DD: Filtro fino (2);

§  1x PD: Filtro extra fino (2);

§  1x Secador de adsorção CD (3);

§  1x Torre de carvão HOC (4);

§  1x Catalisador HOC (5);

§  1x PDp: Filtro extra fino (2).

 

 

 


1. Separadores de água WSD

 

Os separadores de água fornecidos pela Atlas Copco possuem dispositivos de purga automática confiáveis que impedem que acumule o condensado no secador.

 

Benefícios do WSD

 

§  Totalmente fabricados em material inoxidável, estes separadores para aplicações gerais asseguram uma separação muito eficiente por ciclone.

§  Sem peças móveis, e portanto sem manutenção, têm um sistema de purga automática e manual.

 

 

2. Filtros para ar comprimido - ar de qualidade

Para uma pureza quase absoluta, seu ar comprimido necessita dos filtros ATLAS COPCO, eliminando partículas desde poeiras até névoas de óleo.

 

Características gerais:

 

§  Elemento filtrante reforçado interna e externamente por uma tela de aço inoxidável de alta resistência;

§  Carcaça de alumínio anodizado com indicador de saturação;

§  Visor de acrílico para visualização de impurezas;

§  Pressão máxima de trabalho: 16 bar.

Modelo

Utilização

Remoção de óleo

Remoção de partícula

DD

Filtro coalescente para proteção geral - fino

0,1 ppm

1 μm

PD

Filtro coalescente de alta eficiência - extra fino

0,01 ppm

0,01 μm

 

 

 

 

 

 

 

 

3. Secador de ar por adsorção

 

Série CD, com regeneração a frio é composta de duas colunas com material dessecante.

Possui um nível de ruído extremamente baixo.

 

Com os ciclos alternativos de secagem e regeneração, o fornecimento de ar é constante. O dessecante óxido de alumínio granular (alumina ativada Al2O3) é utilizado para um baixo ponto de orvalho e fácil regeneração.

 

Com opcional possui indicação do PDP.

 

O princípio de funcionamento dos secadores de adsorção a frio (regeneração por purga de ar) é baseado na propriedade física do dessecante de adsorver e desadsorver vapor de água, enquanto uma das torres faz o serviço de secagem a outra está sobre o tratamento de regeneração.

 

Benefícios dos secadores CD+

 

§  Auto limpeza da restrição para purga;

§  Menores custos de manutenção e operação;

§  Fácil troca do material dessecante.

 

Controle temporizado: O ciclo de funcionamento do secador é repetitivo e é controlado por um temporizador regulado de fábrica.

Enquanto o dessecante de uma das torres seca o ar comprimido, o dessecante da segunda torre está se regenerando.

 

A regeneração do dessecante é feita através do ar de purga da torre de secagem.

 

Importante:

 

§  Sempre terá sistema de filtragem;

§  Projeto com “generosa” carga de dessecante, o que significa maior durabilidade (40.000 horas) e melhor desempenho;

§  O consumo de ar para a regeneração é de aproximadamente 18%;

§  Baixíssima perda de carga.

 

4. Torre de carvão ativado

 

Responsável por reter todo hidrocarboneto que possa ser aspirado pelo sistema de compressão de ar.

 

 

Modelo

Utilização

Remoção de óleo

QDT HOC

Torre de carvão

< 0.003 ppm

 

 

 

5. Catalisador HOC

 

Responsável por converter o monóxido de carbono em dióxido de carbono provenientes da poluição de grandes cidades (CO ®CO2).

 

 

Estamos sempre a disposição!





(73) 30414162

sac@respirarmed.com.br


 

Solicite um orçamento